Escola de EngenhariaCOPPEUniversidade Federal do Rio de Janeiro
Apresentação do GTA

 

EnsinoEquipePesquisaPublicaçõesSeminários

 

 

Sistemas Multimídias

Para a classe de aplicações que integram diferentes mídias, tais como textos, gráficos, vídeo e áudio, denominada aplicações multimídias, estão envolvidos a geração, a representação, o processamento, o armazenamento e a disseminação integrada de informações independentes, expressas em múltiplas mídias, as quais denotam o tipo de informação e podem ser dependentes ou independentes no tempo. Nos últimos anos, o GTA vem se preparando para o desenvolvimento de aplicações multimídias distribuídas. Encontra-se em andamento o estudo das características das linguagens Tcl/Tk e Java e da ferramenta CMT para o desenvolvimento de aplicações distribuídas. A aplicação multimídia é necessária não só como o serviço final a ser oferecido mas, também, como um teste de desempenho e da qualidade de serviço que grande parte dos trabalhos em andamento poderiam oferecer de uma forma integrada.
No contexto de multimídia, o conceito de sincronização é amplo, incluindo o planejamento do acesso a recursos compartilhados, e a especificação e o controle de atividades conjuntas de processos cooperantes. A integração temporal de diversas mídias em uma aplicação requer a utilização de técnicas de sincronização. Mais restritamente, técnicas de sincronização são mecanismos destinados a coordenar a ordenação temporal dos eventos relacionados à aplicação. Apesar de nenhuma das diversas técnicas propostas oferecer uma solução geral para o problema da sincronização, ou atender os requisitos de todas as aplicações, verifica-se que cada uma apresenta vantagens e desvantagens, dependendo do tipo de aplicação que se deseja usar, do sistema de comunicação utilizado, dos recursos disponíveis etc. As técnicas de sincronização são destinadas a tratar das relações temporais sintéticas (formuladas explicitamente) e/ou naturais (formuladas implicitamente). Os dados pré-orquestrados possuem relações temporais sintéticas e os dados ao vivo possuem relações temporais naturais.
Uma aplicação da multimídia é a Realidade Virtual (RV) que oferece diferentes perspectivas à interação homem-máquina, de forma que os usuários interajam intuitivamente com um ambiente imersivo e dinâmico gerado por computador. Sistemas distribuídos de RV possibilitam a interação de usuários geograficamente dispersos. Em redes locais o número de participantes do mundo virtual é limitado, mas em ambientes virtuais construídos sobre redes de longa distância o número de usuários potenciais é bastante elevado. Devido a restrições tanto do sistema de comunicação quanto do sistema de RV, a maioria dos ambientes virtuais distribuídos existentes não suportam um grande número de participantes.

Temas de Pesquisa